Educação na Pandemia — 3 Ideias para Reforçar a Alfabetização em Casa

Educação na Pandemia — 3 Ideias para Reforçar a Alfabetização em Casa

Categoria: Artigos

A suspensão das aulas presenciais e o ensino a distância foram alternativas emergenciais para frear o avanço do novo Coronavírus. Entretanto, esse modelo de educação na pandemia trouxe desafios, principalmente quando se trata de crianças em processo de alfabetização.

Em meio a essa nova realidade, como os pais podem contribuir para a educação dos seus filhos? Confira no artigo três ideias para incentivar o aprendizado em casa!

1. A educação na pandemia precisa de regras

A primeira dica para reforçar a educação na pandemia é não tratar o período como férias. É necessário definir uma rotina de estudos. Estipule um tempo para acompanhar as aulas on-line (de acordo com os horários da escola) e para o dever de casa.

Além disso, a escola irá propor atividades e compartilhar materiais que darão continuidade ao processo de alfabetização, mas cabe aos pais garantir que os filhos cumpram as tarefas.

2. Promova atividades educativas

A criança está se desenvolvendo e aprendendo o tempo todo, inclusive durante as brincadeiras. Por isso, propor jogos, atividades lúdicas e até conversas é uma maneira divertida de contribuir para o aprendizado e estimular a criatividade do seu filho.

Essa é uma ótima oportunidade para tirar o foco dos aparelhos eletrônicos. Você pode propor, por exemplo, jogos da memória com letras, amarelinha, mímica, teatro de fantoches, pintura, ensinar o alfabeto com objetos que tem em casa, entre tantas outras opções.

3. Incentive a leitura e a escrita em casa

No processo de alfabetização, é importante incentivar a criança a ler e escrever. Uma ideia é propor a leitura de um livro juntos por cerca de trinta minutos diários. Vale ainda pedir ajuda para escrever a lista de compras e até incentivá-lo a começar um diário, caso a criança já tenha mais habilidade com a escrita.

Dica: não associe a leitura à rotina de estudos, como se fosse uma atividade escolar. O ideal é que a criança entenda essa prática como algo prazeroso e divertido.

Gostou das dicas para promover a educação na pandemia mesmo em casa? Lembre-se que você não precisa — nem deve — desempenhar o papel do professor, mas sim focar em apoiar seu filho e aproveitar o momento para ajudá-lo a desenvolver outras habilidades, como emocionais e sociais.

Quer conferir outros artigos como este? Continue navegando no blog do Colégio Koelle!

Agende uma visita