Criança e Internet

Criança E Internet — Quando Essa Relação Deixa De Ser Positiva?

Categoria: Artigos

A relação criança e internet tem sido pauta de discussões bastante interessantes no universo da Educação Infantil. Mas, afinal, até que ponto essa conexão com o mundo digital é construtiva para o desenvolvimento dela? 

É o que iremos entender neste artigo! Aqui, você verá:

  • como conciliar a relação criança e internet?;
  • como a tecnologia em sala de aula pode ser benéfica?

Como conciliar a relação criança e internet?

Os pequenos têm sido cada vez mais cedo apresentados para os artefatos tecnológicos.  Isso acontece porque esses aparelhos são fáceis distrações para eles, por conta do acesso a conteúdos infantis de entretenimento e educação, como vídeos, músicas e filmes. 

Porém, quais são os limites para a relação criança e internet e como impô-los de maneira tranquila? 

Veja alguns exemplos de como é possível intermediar o digital com o real na rotina da educação infantil.

Equilibre o on-line com o offline

Quando a criança começa a preferir atividades virtuais à práticas de esportes e brincadeiras ao ar livre, a relação dela com a internet deixa de ser positiva. Isso porque ela pode começar a representar uma dependência até mesmo emocional sobre o smartphone, tablet ou computador. 

As interações humanas são essenciais para o desenvolvimento e lapidação das habilidades de comunicação dos pequenos e é preciso estimular, também, as atividades físicas para evitar um sedentarismo precoce.

Para que não haja restrições rígidas, é possível intermediar o uso de dispositivos eletrônicos criando atividades offline, que não têm nenhuma relação com a tecnologia, para as crianças, como:

  • contação de histórias;
  • brincadeiras que desenvolvem habilidades motoras: amarelinha, pular corda, jogos de tabuleiro, massinha, esconde-esconde, etc.

Estabeleça horários para o uso da internet

O uso excessivo dos aparelhos tecnológicos é um sinal de que é preciso intervir!

Para evitar esses excessos e também promover diversificação de atividades ao longo do dia, é importante estabelecer horários específicos para que o pequeno possa usufruir do meio digital. 

Isso é importante, inclusive, para que ele mesmo tenha desenvolvimento de disciplina e que a conectividade excessiva não atrapalhe outros estímulos importantes para sua faixa etária. 

Além disso, outra dica é utilizar um recurso para tornar mais prática a imposição de limites. Alguns aplicativos permitem o uso de timers para sua utilização e, após o tempo estipulado, eles são bloqueados.

Como a tecnologia em sala de aula pode ser benéfica?

No entanto, a utilização correta da internet na inserção da tecnologia para auxílio de práticas pedagógicas pode trazer ganhos significativos para a aprendizagem infantil.

A inserção do iPad em sala de aula, por exemplo,  permite  um apoio visual em disciplinas de humanidades e também simulações em aulas de ciências — além de dar base para  práticas pedagógicas utilizando materiais multimídia.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a relação entre criança e internet e como ela depende de intermediações para ser positiva, conheça como o Colégio Koelle coloca isso em prática, agendando uma visita!


Agende uma visita