Espaços de Aprendizagem

O Colégio Koelle possui edifícios muito tradicionais, construídos entre as décadas de 1950 e 1970. Esses edifícios abrangem salas de aula com carteiras individuais e uma grande lousa verde, laboratórios, quadras poliesportivas, campo de futebol, piscina semiolímpica, um auditório para 300 pessoas e grandes espaços abertos, com muita vegetação, para convivência dos alunos.

O mapa estilizado da escola apresenta a distribuição dos prédios numa área de 25.000 m2, sendo as letras indicativa de prédios específicos, a saber:
A: Administração, DAK, Ensino Fundamental II (8º e 9º anos) e Ensino Médio.
B: Ensino Fundamental II (6º e 7º anos), Cultura Inglesa e Quadras poliesportivas.
C: Centro de Idiomas Koelle e Museu da imigração alemã.
D: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Campo de futebol e Piscina semiolímpica.
E: Casa de Pianos (Cantorum Domus).
F: Marcenaria e Manutenção.

A: Sala de Aula
A: Laboratório de Química
A: Auditório
B: Sala de Aula
B: Cultura Inglesa (Escola de Inglês)
D: Piscina semi-olímpica
D: Sala de Música
E: Casa dos Pianos (Cantorum Domus)
A: Laboratório de Biologia
A: Piscina
B: Quadras de Esportes
B: Sala de Artes
C: Museu da Imigração Alemã
D: Educação Infantil
D: Pista de Atletismo
F: Marcenaria e Manutenção

Com a introdução do programa iPad e o início das estratégias de ensino personalizado, a escola vem mudando seus espaços de aprendizagem para oferecer ao aluno oportunidades de se envolverem em atividades colaborativas, que estimulem o pensamento crítico, a criatividade e a comunicação. Está ocorrendo uma gradual substituição do antigo mobiliário por móveis leves e modernos, que trazem flexibilidade para sua disposição dentro da sala de aula e permitem ao professor utilizar diferentes estratégias de ensino. O trabalho em equipe e as oportunidades de criação de conteúdo proporcionados pelo iPad se tornam elementos disruptivos que provocam a mudança nos tradicionais espaços de aprendizagem do Colégio Koelle.

A cada novo semestre, observa-se cada vez mais uma rica mistura de quadros brancos, carteiras circulares, tapetes e puffs coloridos. Os corredores e áreas abertas têm se tornado espaços informais de aprendizagem. Independente da disciplina, estas pequenas mudanças na configuração dos espaços de aprendizagem provocaram grandes mudanças no foco e na motivação dos estudantes durante as aulas. Os alunos são vistos frequentemente, em toda a escola e nos ambientes externos das excursões, se movimentando e registrando fotos e vídeos para os seus projetos. A tradicional Sala de Leitura da escola está se tornando um espaço para o aprendizado colaborativo e uso da tecnologia na realização das tarefas propostas pelos professores. A escola tem criado mais espaços comunitários que podem ser organizados de diversas maneiras, com facilidade e rapidez, e que oferecem a oportunidade dos professores e alunos escolherem como irão interagir e colaborar durante a aula.

O modelo tradicional de ensino apresenta o professor em pé, próximo a lousa, ministrando a mesma aula para todos os alunos, que estão sentados em fileiras. Com o uso dos iPad, os estudantes não precisam mais de mesas e carteiras como local de trabalho porque estes dispositivos são móveis e portáteis, permitindo que o aluno realize suas atividades de estudo em qualquer lugar. Esta mudança tem despertado nos professores o desejo de repensar suas aulas e proporcionar aos estudantes maneiras diversificadas de aprender, de acordo com as habilidades e preferências de cada aluno.

O desafio da escola para os próximos anos é dar sequência a este processo de transformação dos espaços e criar novos ambientes, como espaços para os estudantes que precisam de privacidade e silêncio, novas opções de espaços para trabalho colaborativo e espaços para exibição e compartilhamento das produções pedagógicas. A política de inovação dos espaços de aprendizagem, oferecendo ambientes, móveis e infraestrutura de tecnologia que convidem professores e alunos a explorar novas formas de ensino e aprendizagem é essencial para que o Colégio Koelle realize sua visão educacional.

Parquinho
Laboratório de Educação Tecnológica (Ensino Fundamental II).
Aprendizagem informal
Pátio da escola
Sala de Geografia
Laboratório de Educação Tecnológica (Ensino Fundamental I).
Sala de Leitura

Infraestrutura de TI

A introdução do programa iPad no Colégio Koelle exigiu um grande investimento de recursos financeiros para aperfeiçoar e ampliar a estrutura pré-existente. Desde 2015, a Waio é a empresa responsável por gerenciar a estrutura de TI da escola, mantendo dois funcionários disponíveis no DAK em tempo integral. Em 2017, os assessores de TI da Waio fizeram sua capacitação no programa IT Pro.

A Waio realiza reuniões periódicas com os diretores da escola para alinhar o trabalho cotidiano e planejar as expansões da estrutura de acordo com a evolução do programa iPad. Os assessores da Waio que trabalham no DAK são estimulados a ter autonomia para resolver os problemas comuns do dia a dia e a compartilhar informações e procedimentos simples com todas as pessoas da escola. 

Este posicionamento tem diminuído o número de ocorrências diárias e aumentado a independência dos usuários no uso da tecnologia. Os assessores de TI desempenham um papel fundamental na escola, garantindo o acesso a internet e aos aplicativos e facilitando a exploração dos recursos dos dispositivos.

A implantação de uma rede de internet num prédio construído em 1950 apresentou desafios únicos e a complexidade no dimensionamento foi muito grande, seja pelo rápido aumento na quantidade de dispositivos conectados ou pela complexidade crescente dos projetos realizados pelos professores. O trabalho em equipe, o planejamento estratégico prévio de cada fase da expansão e o rápido aprendizado com os erros e acertos cometidos foram fundamentais para se atingir o nível de excelência existente atualmente.

Todas as salas de aula do Ensino Fundamental II e Ensino Médio possuem projetores multimídia e sistema de som e a escola conta uma ampla estrutura de pontos de acesso a internet, que permite que os iPad funcionem normalmente mesmo nos espaços abertos. Desde 2017, a escola vem instalando dispositivos Apple TV nos projetores, permitindo que os professores possam moverem-se livremente pela sala de aula enquanto projetam suas apresentações para os alunos.

A escola está conectada aos provedores de internet através de 3 links: Embratel (8 Mbps em linha dedicada), Net (240 Mbps) e Snell (100 Mbps através de fibra óptica). A escola utiliza o Sophos UTM como firewall (para filtrar o acesso à internet) e gerenciador dos links (para fazer o balanceamento de banda). Os prédios distribuídos em diferentes quarteirões são conectados entre si por meio de fibras ópticas. O acesso ao sinal wifi de internet em toda a área da escola ocorre por meio de 19 pontos de acesso, todos no padrão 802.11ac e a maioria deles operando na frequência de 5 GHz. Em cada prédio, os pontos de acesso se conectam à fibra óptica através de um switch gerenciável, que permite a navegação na internet em redes locais virtuais (WLAN).

Todos os dispositivos iPad são registrados no Apple School Manager e gerenciados pelo MDM do Mosyle, garantindo aos usuários um acesso fácil e igualitário aos documentos e aplicativos necessários. A escola adota uma política de restrição de aplicativos no horário de aulas para todos os alunos, eliminando aplicativos como jogos e redes sociais. Os professores têm liberdade para alterar esta política, se necessário, em aulas específicas. Após o horário das aulas, os dispositivos iPad ficam totalmente liberados para os alunos, mas as famílias têm a possibilidade de solicitar à escola a aplicação de uma política de restrição neste horário. Caso prefira, os pais podem gerenciar o iPad dos filhos através do aplicativo ScreenGuide Controle Parental, do Mosyle.

No início do ano letivo, os alunos recebem em seu iPad todos os aplicativos educacionais e de produtividade selecionados pelos professores e que serão utilizados nas aulas. Se necessário, um professor pode solicitar ao DAK durante o ano a instalação remota de um aplicativo nos dispositivos iPad dos alunos.

Atualmente a escola está montando um estúdio de filmagens, com quadro branco, televisão, microfones sem fio, equipamentos de iluminação e câmeras profissionais para a produção de vídeos instrucionais (assessores do DAK) e vídeo aulas (professores). Além disso, alguns dispositivos iPad são utilizados como teleprompter ou, associados com tripés e microfones, utilizados pela TV Koelle para gravar entrevistas e eventos na escola toda. Também faz parte do planejamento da escola para os próximos anos acelerar a substituição das lousas verdes por quadros brancos e aumentar a quantidade de dispositivos Apple TV nas salas de aula.

Agende uma visita