Aprendizagem Profissional

O Colégio Koelle tem uma tradição de possuir professores extremamente qualificados e comprometidos com sua proposta pedagógica. Este corpo docente é construído por meio de duas estratégias: a contratação de professores experientes através de um rigoroso processo seletivo ou o desenvolvimento interno de jovens talentos, muitos dos quais começaram aqui como estagiários enquanto ainda cursavam a faculdade. Estes professores são provenientes das melhores universidades brasileiras e possuem habilidades, interesses e experiências de vida que, ainda que bastante diversificados entre si, estão em harmonia com os valores da escola.

Quando um novo professor é contratado, ele recebe um treinamento especial no DAK no qual aprenderá a utilizar o iPad em suas aulas, conhecerá os procedimentos acadêmicos (como elaborar o planejamento, as avaliações e acessar o sistema online para os fazer os registros de sua disciplina) e irá começar a incorporar a tecnologia na elaboração de suas aulas, com ênfase nos aplicativos da Apple. Como a escola participa do G Suite for Education, todo professor recebe um email e acesso ao Google Drive, além de ser cadastrado nos cursos da escola no iTunes U, onde poderá acessar materiais para capacitação individual e os livros didáticos digitais.

O desenvolvimento profissional de cada professor é um processo constante no Colégio Koelle, seja em temas específicos do currículo de sua disciplina, em habilidades pedagógicas ou no uso da tecnologia. Estas capacitações ocorrem em espaços formais e informais e podem ser individuais, em pequenos grupos ou coletivas. Muitas vezes, um professor da escola é convidado a ministrar uma formação continuada e compartilhar suas práticas e habilidades com os demais colegas. Nos últimos dois anos, a escola tem planejado essas formações de forma personalizada, procurando atender as demandas específicas de cada professor ou departamento da escola.

Nas áreas curricular e pedagógica, nestes 5 anos de Programa iPad, a escola proporcionou diversos cursos para os professores. Foram contratados profissionais renomados no cenário educacional brasileiro, dentre os quais se destacam: 

  • Português: Débora Vaz, ex-assessora do Ministério da Educação (MEC) e diretora do tradicional Colégio Santa Cruz, em São Paulo.
  • Matemática: Profa. Dra. Kátia Smole, diretora do grupo de estudos Mathema e atual secretária de Educação Básica do Ministério da Educação.
  • História: Profa. Dra. Antonia Terra de Calazans Fernandes, professora do Departamento de História da Universidade de São Paulo e coautora dos Parâmetros Curriculares Nacionais de História do MEC.
  • Avaliação da Aprendizagem: Profa. Dra. Bernadete Gatti, diretora da Fundação Carlos Chagas e atual presidente do Conselho Estadual de Educação de São Paulo.
Débora Vaz (2016)
Kátia Smole (2014)
Bernadete Gatti (2017)
Antonia Terra de Calazans Fernandes (2017)

Na área de tecnologia, a estratégia inicial da escola foi a de convidar especialistas externos para ministrar cursos para o corpo docente. Nesta etapa, pode-se destacar os seguintes cursos:

  • 2013: Dexter Carloza, assessor da Fast Shop Educacional.
  • 2014: Alcyr Araujo, ex-aluno do Colégio Koelle (1989 a 2001) e CEO da Mosyle.
  • 2015: Marcus Felipe, assessor pedagógico da Somos Educação.
Alcyr Araújo (2014)
Marcus Felipe (2015)
Dexter Carloza

Os diretores costumam visitar outras escolas ao longo do ano letivo para aprender e compartilhar práticas educacionais. Nos últimos anos, visitamos:

  • 2015: Colégio Humboldt (São Paulo/SP).
  • 2016: Colégio Next (Itatiba/SP).
  • 2016: Colégio Dante Alighieri (São Paulo/SP).
  • 2016: Colégio Farroupilha (Porto Alegre/RS).
  • 2017: Colégio Ari de Sá (Fortaleza/CE).
  • 2018: Katherine Smith Elementary School (San Jose/CA).
  • 2018: Colégio Elvira Brandão (São Paulo/SP).

A partir de 2016, a escola passou a investir na capacitação externa, enviando seus diretores, professores e funcionários para cursos especializados, com ênfase nos produtos Apple, como a formação em IT Pro (2017) e Everyone Can Code (2018). Em seguida, estas pessoas elaboram e ministram oficinas dentro da escola, atendendo as necessidades específicas do planejamento pedagógico. Em 2018, o diretor pedagógico Rui Christofoletti passou a fazer parte da equipe Apple Professional Learning no Brasil e, no 2º semestre, um grupo de professores irá participar do programa Today at Apple, na loja do shopping Morumbi, em São Paulo.

Qualificação Everyone Can Code (2018, Daniela e Caroline).
Today at Apple (2018).

Outra importante ação de formação continuada tem sido a participação em congressos educacionais, que possibilitam uma aprendizagem mais intensa e a oportunidade de conhecer as práticas de outras escolas. Nos últimos anos, os professores e coordenadores têm participado do Congresso Mathema e do Congresso ICLOC, em São Paulo, enquanto os diretores tiveram a oportunidade de participar do Apple Education Leadership Summit (Miami, USA – 2014) e do Personalized Learning Summit (São Francisco, USA – 2018).

Education Elements.
Congresso ICLOC (2018).
Documentação acadêmica no SIEEESP (2018).
Qualificação de tecnologia educacional na Geekie (2017).
Avaliação Educacional na Geekie (2018).
Congresso Mathema (2015).
Visita ao Colégio Farroupilha (2016).
Visita ao Colégio Humboldt (2015).

Formação Continuada

O uso da tecnologia tem sido o grande responsável por uma transformação no processo de ensino e aprendizagem no Colégio Koelle. Dentro da perspectiva do modelo SAMR, os professores têm recebido todo o suporte necessário para desenvolver suas habilidades, de forma a se sentirem confiantes e capazes de integrar a tecnologia às suas aulas. O trabalho em equipe é parte fundamental deste processo, pois os professores trabalham juntos para elaborar e implementar os projetos pedagógicos dentro da estrutura curricular da escola, além de compartilharem entre si práticas de sucesso.

Os coordenadores pedagógicos incentivam e orientam os professores para que desenvolvam atividades que possibilitem aos alunos documentar o seu aprendizado, trabalhar de forma colaborativa e desenvolver uma mentalidade empreendedora e criativa. Desta forma, os alunos podem construir soluções para os desafios apresentados e compartilhar suas ideias com a sociedade.

No DAK, os professores têm à sua disposição um enorme repertório de treinamentos, desde a Semana de Planejamento até as capacitações regulares ao longo do ano letivo. Eles também podem acessar o iTunes U e o Google Drive para estudar os diversos documentos e vídeos instrucionais, com explicações detalhadas sobre os principais aplicativos e procedimentos acadêmicos utilizados na escola. Além disso, os professores podem agendar uma sessão individual com um dos assessores de tecnologia educacional, que poderão auxilia-los a adquirir fluência num determinado aplicativo, elaborar uma atividade ou acompanha-los em sala de aula durante a execução da atividade. Esta estratégia de atendimento ao corpo docente tem permitido que as ações formativas sejam totalmente personalizadas e no nível de profundidade necessário a cada professor.

Maja Garcia Callegari, 53 anos, foi professora no Colégio Koelle de 1986 a 2017 e atualmente atua no DAK como assessora de tecnologia educacional.

Atualmente, a estrutura curricular do Colégio Koelle está organizada da seguinte forma:

  1. Educação Infantil: além das disciplinas obrigatórias, os alunos possuem aulas regulares de Música, Artes e Educação Tecnológica. O material didático é exclusivamente impresso. O uso do iPad ocorre através do laboratório móvel.
  2. Ensino Fundamental I (2º a 5º anos): além das disciplinas obrigatórias, os alunos possuem aulas regulares de Música, Artes e Educação Tecnológica. O material didático é parcialmente impresso (Português, Matemática e Geografia) e parcialmente digital, elaborado pelas próprias professoras (Ciências, História e Educação Tecnológica). O uso do iPad ocorre através do laboratório móvel.
  3. Ensino Fundamental II (6º a 9º anos): além das disciplinas obrigatórias, os alunos possuem aulas regulares de Música, Artes, Desenvolvimento Pessoal, Laboratório de Ciências, Desenho Geométrico, Filosofia e Educação Tecnológica. O material didático é exclusivamente digital, sendo parcialmente adquirido de grandes editoras (Português, Matemática, História e Geografia) e parcialmente elaborado pelos próprios professores (Ciências e Educação Tecnológica). O uso do iPad ocorre no modelo 1×1 BYOD.
  4. Ensino Médio (1º a 3º anos): O material didático é exclusivamente digital, sendo no 1º e 2º anos parcialmente adquirido de grandes editoras (Português, História e Geografia) e parcialmente elaborado pelos próprios professores (Matemática, Física, Química e Biologia). No 3º ano, o material preparatório para os exames vestibulares é exclusivamente digital e totalmente elaborado pelos nossos próprios professores. O uso do iPad ocorre no modelo 1×1 BYOD.

Agende uma visita