Como Aplicar Disciplina Positiva na Educação de Crianças Pequenas?

Como Aplicar Disciplina Positiva na Educação de Crianças Pequenas?

Categoria: Artigos Educação

A disciplina positiva é uma abordagem para educar crianças que se baseia no equilíbrio entre firmeza e gentileza. Tem como proposta uma educação mais respeitosa, com foco em praticar a empatia, o que contribui para o fortalecimento de vínculos entre pais e filhos. Aplicar seus princípios e técnicas na educação surte efeitos positivos, formando adultos mais bem-sucedidos por conhecerem e dominarem suas emoções.

A seguir, entenda melhor esse conceito, seus benefícios e saiba como colocá-lo em prática no dia a dia.

O que é disciplina positiva?

O conceito de disciplina positiva consiste em ensinar habilidades sociais e de vida por meio de uma comunicação mais respeitosa e empática. Portanto, os pais devem substituir broncas e castigos por uma série de técnicas que permitem que a criança vivencie e aprenda de fato o que é certo e errado, considerando seu estágio de desenvolvimento.

A ideia central é realmente guiar as crianças através de uma perspectiva de vida positiva, o que representa uma mudança nos conceitos extremos (autoritaritarismo ou permissividade) utilizados por tanto tempo em nossa sociedade.

Ou seja, ao mesmo tempo que os pais são gentis com seus filhos, também devem ser firmes, educando-os. Desta forma, é possível estabelecer, desde a primeira infância, o respeito mútuo e transmitir sensos de cooperação, autodisciplina, responsabilidade e independência.

Como aplicar a disciplina positiva no dia a dia?

Um dos pontos principais para trabalhar com a disciplina positiva no dia a dia é saber como aplicá-la assertivamente, desde os primeiros anos de vida. Somente desta maneira é possível alcançar todos os benefícios proporcionados por essa abordagem.

Assim, a ideia central é conectar a criança com sua família, comunidade e escola, pois ao fazer isso a tendência é que a criança apresente menos comportamentos inadequados. Por isso, os pais devem substituir os métodos punitivos — como broncas, gritos e castigos — e os de oferta de recompensas, em que o filho é recompensado com algo para que faça o que lhe foi solicitado, pelo uso de algumas das mais de 50 ferramentas estudadas nessa abordagem.

Ao contrário do que muitos pais pensam, o punir ou ofertar recompensa não cria adultos bem-sucedidos. Punir gera rancor: a criança irá focar mais no sentimento ruim do que no aprendizado da situação.

A recompensa gera um ciclo vicioso, no qual a criança não se comporta porque compreende e aprende com a situação, se autorregulando, mas sim porque está sempre visando ganhar algo e agindo de forma automática.

Por isso, essa abordagem é considerada por muitos como uma quebra de paradigma. Pois cabe aos adultos (pais, educadores e familiares) se autorregularem, conhecendo seus gatilhos para que possam lidar melhor com situações estressantes do dia a dia com crianças, de forma firme e respeitosa. Além disso, devem praticar empatia ao conversar com os pequenos e ensinar pelo exemplo, o que pode não ser usual em suas vidas.

A disciplina positiva também valoriza o encorajamento ao invés do elogio puro e simples, o que é mais uma quebra de paradigma. Segundo estudos, as crianças encorajadas desenvolvem a confiança e compreendem a sua capacidade, habilidades e limites pessoais.

E tudo isso contribui para melhorar o rendimento escolar. Mas, para isso, os pais devem acompanhar o desenvolvimento de seus filhos e, por essa razão, a presença da família na escola é indispensável.

Benefícios da disciplina positiva

Agora que você já compreendeu alguns conceitos básicos da disciplina positiva, conheça os benefícios que o método proporciona às crianças:

  • contribui para o desenvolvimento de autodisciplina e autocontrole;
  • fortalece o senso de importância, necessidade e pertencimento dentro da família, escola e sociedade;
  • melhora a habilidade em lidar com outras pessoas, sejam adultos ou crianças;
  • auxilia no desenvolvimento de habilidades sociais, como empatia, responsabilidade, confiança e respeito;
  • desenvolve a capacidade de lidar com as consequências das atitudes;
  • possui benefícios a longo prazo, pois as crianças se tornam adultos melhores e mais bem preparados para lidar com os problemas da vida adulta;
  • proporciona autoconhecimento e contribui para que desenvolvam suas habilidades e competências pessoais.

Gostou de descobrir como aplicar a disciplina positiva na educação dos seus filhos? Acesse as notícias do Colégio Koelle para conferir mais conteúdos como este.

Agende uma visita
Share This