“Ode” a um tempo duradouro por Victor Martins

Categoria: Sem categoria

Screenshot 2016-09-01 14.58.08O tempo está nos devorando, tudo hoje já acontece de forma avassaladora e precisa ficar mais rápido ainda, prático e, quem sabe, infalível, isso porque a vida está mais corrida? Não, nós decidimos correr sobre ela, estamos viciados em uma das piores drogas, a velocidade.

Você pode até me dizer que isso é mentira, mas vou lhe recordar algumas situações. Quantas vezes você praguejou ao ter que esperar no semáforo, quantas vezes apertou o botão do elevador, como se resolvesse, ou xingou a sua rede de internet ao carregar um arquivo pesado em seu celular.

Talvez a grande vilã possa ser a tecnologia, que é tão presente em nosso dia a dia que a usamos de muleta, por nos oferecer agilidade em excesso. Tudo parece passar mais rápido, o dia, o mês, o ano; a própria técnica e produtos para nos manter satisfeitos devem ser renovados e aprimorados todos os dias.

Os resultados desse turbilhão em que vivemos são infelizmente os piores, mas estamos tão enredados nesse sistema que não percebemos como deixamos de valorizar e separar um tempo único para as pessoas de quem gostamos, ou como diminuímos nosso tempo de foco em todas as atividades, vivendo uma patológica ansiedade coletiva e sem fim.

Nota do autor: Escrevi esse texto com muita pressa, afinal, como todos, tenho muito mais coisas a fazer, e desejo tranquilizar você, leitor, pois não demorou mais que 3 minutos para ler até aqui.

Agende uma visita
Share This